terça-feira, 15 de julho de 2014

MALETA EM TECIDO

Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça....

Pois foi a minha xará, a Prof.  Maristela Igawa quem me ensinou a fazê-la.

Uma maleta para chamar de "minha" e responder: " eu que fiz".


De um lado:


Do outro:


Por dentro:


Quando somente o topo estava pronto.  Para dar esse "efeito", tem-se que usar tecido listado.


E ainda tem uma necesserie que acompanha:


E a maleta começando a ser preenchida:

\Não vou dizer que foi fácil porque não foi não.  Demorei muito para fazer, mas agora já posso desfilar com ela por ai.

Ainda tenho que fazer mais "outras" para ficar craque, mas valeu a pena.

Beijos e boa semana.

sábado, 12 de julho de 2014

Morango que virou torta, que virou festival, que virou avental...

Que semana louca, corrida, trabalhosa, cheia de feriados, de seleção que perde....Querer que tudo funcione junto com copa do mundo é querer demais....quer saber?  Ainda bem que acabou, não precisava ser do jeito que foi, mas já estava de saco cheio.

Enquanto tudo isso acontecia, euzinha costurei, costurei e costurei.  Terminei uma encomenda, costurei outros projetos....

Mas vamos às fotos:

Parte da encomenda:


Mas um pouco:


Mais trinta alças...


E tcharam....uma panorâmica do avental do Festival do Morango de uma confeitaria aqui de Marília.


Mais de pertinho.  Essa torta de morango, serve como bolso para que as atendentes coloquem canetas e bloquinhos de anotações.


Dessa vez o bordado ficou por conta da amiga Lara Marega Garbi, que muito gentilmente atendeu meu pedido e em tempo recorde bordou todos.


Aqui eles já estão dentro da caixa prontinhos para serem entregues e usados.


Lembra os morangos da primeira foto?  Pois é, são broches que dá para tirar quando for lavar o avental.


Mais de pertinho.


E ainda tem um barradinho vermelhinho para dar um tcham.


Quem quiser ver de perto e for de Marília é só dar uma passadinha na confeitaria e conferir pessoalmente.

Bjs

terça-feira, 1 de julho de 2014

NECESSERIES

Sabe aquele ditado: "bonitinha mas ordinária"....kkkk...verdadeiro.

Mas vale a pena quando se trata de costuras, capricho e acabamento perfeito.

Aprendi uma e fiz logo três, para ver se tinha "aprendido" mesmo....kkkk.

São três necesseries:



Essa foi a primeira.  Tudo, tudo japonês: tecido, zíper, pérolas...


O  tecidinho do forro é de morrer de tão lindo...


Essa  fiz sozinha, com tecidinhos nacionais.  Mas que na minha opinião também ficaram lindos.


Detalhe da florzinha:  aplicação técnica japonesa. (Coisa de maluco....kkk).


E a terceira que utilizei tecidinhos importadinhos da america do norte.


Detalhe do acabamento do zíper. Pequeninas tulipinhas.



Bastante trabalhosinha, mas também achei bem bonita e rica em detalhes.

Valeu a pena?

Ô.

Bjs friolentos.

domingo, 29 de junho de 2014

GALINHAS E CAIPIRAS

Juro que não é por não querer, mas é que está faltando horas no meu dia.
Credo!!! Quanto mais a gente corre mais rápido o tempo passa...
Andei fazendo um monte de coisas, vou tentar postar um pouquinho por vez.


Essa guirlanda foi a Télcia que nos ensinou em um dos encontros das meninas do Marilia Baunilha e Patch...

Guirlanda de fuxicos e três galinhas todas coloridinhas...


Olha que graça!


Aqui um casal de caipirinhas...


Aqui outro, um pouquinho maior que os de cima.


Ambos serviram para premiação de uma quadrilha junina.  O segundo lugar levou o casalzinho menor, o primeiro lugar o maior.


Esse o menininho caipira menor.


Essa a menininha, toda, toda com vestidinho de chita.


Com direito a babado de rendinha e lacinho nos pés.


Esse o menininho maior.  Como não poderia deixar de ser, com camisa xadrez.


 E a menina maior, com vestidinho de chita, babadinho de rendinhas, fuxiquinhos nos pés...


Laço na cintura, babadinho na gola com florzinha e um monte de lacinhos no cabelo...

Trabalhei duro gente...
Não é mole não, mas é uma delícia tudo isso.

Nesse meio tempo outras coisas também foram feitas, outras estão caminhando.  Mas prometo que irei postando com mais frequência até para não desanimá-las de me visitar.

Beijinhos e uma ótima e produtiva semana a todas.


terça-feira, 10 de junho de 2014

A Bolsa Amarela

Nesse último domingo (lembram que disse que aqui em casa domingo é dia de ir na livraria?) pois é, esse  que passou não foi diferente.

Na verdade vamos eu e marido passear, mas não aguento, sempre acabo trazendo alguma coisa para casa. Eu e ele e ultimamente ando pior do que ele que adora livros.

Dessa vez  o livro escolhido foi A BOLSA AMARELA, de Lygia Bojunga.



Nunca tinha ouvido falar sobre o livro, sobre a autora e muito menos sobre a história.  AMEI!!!

Li rapidinho, cerca de uma hora e meia, mas ao mesmo tempo que é  uma história para o público infanto-juvenil, meio bobinha, dá show se soubermos interpretar...

A autora é carioca mas vive em Londres pois é casada com um inglês.  Foi reconhecida internacionalmente, recebendo, entre outros, o mais tradicional prêmio na área da literatura infanto-juvenil.  Foi vinte vezes premiada pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.  Recebeu em 2004 o prêmio Faz Diferença, outorgado pelas Organizações Globo e o prêmio ALMA (Astrid Lindgren Memorial Award), a maior premiação mundial jamais instituída em prol da literatura para crianças e jovens, criado pelo governo da Suécia.  Em resumo, a mulher é muito boa. Já escreveu mais de 20 livros.

A Bolsa Amarela foi escrito em 1976, (onde ele estava ou eu estava que não nos cruzamos antes?kkkkk).

"A BOLSA AMARELA" é o romance de uma menina que entra em conflito consigo mesma e com a família ao reprimir três grandes vontades (que ela esconde numa bolsa amarela) - a vontade de ser gente grande, a de ter nascido menino e a de se tornar escritora.  A partir dessa revelação - por si mesma uma contestação à estrutura familiar tradicional em cujo meio "criança não tem vontade" - essa menina sensível e imaginativa nos conta o seu dia-a-dia, juntando o mundo real da família ao mundo criado por sua imaginação fértil e povoado de amigos secretos e fantasias.  Ao mesmo tempo que se sucedem episódios reais e fantásticos, uma aventura espiritual se processa e a menina segue rumo à sua afirmação como pessoa."

Diria que é uma leitura que serve para todas as idades.  Trata de perrengues que todos nós temos:  correr atrás dos nossos sonhos, não achar que se está velho demais para investir em algo novo, etc.  Vale a pena.


sábado, 7 de junho de 2014

BOLSA QUE SE TRANSFORMA EM JOGO AMERICANO

Quando bati o olho em um projeto de  uma bolsa que vira jogo americano, em uma revista alemã,  pensei:  tenho que fazer.

Mesmo não entendo nadica de nada de alemão, resolvi arriscar.  Claro que fiz, desmanchei. Desmanchei mais uma vez, outra...Olhei mil vezes a foto (por motivos já explicados...kkk).

Mas acredito que ficou do jeito que estava a foto da revista.  Pena que a revista não era minha, já devolvi e não tenho como mostrar a vocês.

Mas garanto gente, era isso....kkkk


Imagino que sirva para carregar marmita, porém como não tenho nenhuma em casa, não deu para fazer o teste.  Coloquei frutas apenas para ter uma melhor visualização.  (Também não sei se consegui....kkk).

Ela aberta.  E para abrí-la e transformá-la em um jogo americano, basta desabotoar os dois botões que tem:  um na parte da frente da bolsa, o outro na parte de trás.


 O "avesso".



O direito, ou seja, a parte externa da bolsa.


E para finalizar e transformar o jogo americano na bolsinha, coloquei dois botões de cerâmica que ganhei da minha amiga Renatinha a muito tempo atrás.


Não sei se fui clara através das fotos, mas achei uma ideia bem prática, principalmente para quem necessariamente tem que levar sua alimentação para o trabalho todos os dias.

Bom fim de semana a todas.  


quarta-feira, 28 de maio de 2014

BONECAS PESO DE PORTA

Desde semana passada estou fazendo essas pequeninas.

Olha, não é por nada não, mas chega uma hora que cansa...

Mas terminei todas.  Com direito a lacinho, botãozinho, coraçãozinho...inho, inho..inho...

Quem tem porta ai que precisa ser "segurada"?

Pois eu tenho a solução...


Todas bem coloridas.  Tem vermelha, azul, amarela, laranja...

Com fita na cabeça...

Com coração na bochecha...


De cabelinho preto...


De cabelinho liso e enroladinho... (a chapinha não resistiu a garoa...kkkk).


Com golinha de renda...


Com golinha bordada...


Uma panorâmica de todas...


Tem pra todos os gostos...

Posso desabafar?  (Nem precisa responder, vou desabafar de qualquer jeito...)
Então...sei que a situação econômica do Brasil, dos brasileiros e etc e tal não anda boa, mas ai querer pagar miséria por um trabalho artesanal...faz favor né?...
Tenho plena consciência que nada está barato, nada está fácil, nada cai do céu.
Porém, também sei que utilizei materiais de qualidade, criatividade, energia e tempo...ah, o tempo...
na verdade um tempão, para fazer esses e todos os outros trabalhos que por aqui andei postando.
Sei que tem gente que dá o maior valor, mas também tem umas pessoas que acham que fazemos artesanato somente porque gostamos...

Gente, artesã ou não, temos que valorizar tudo o que é feito com nossas mãos.

Se não quer pagar porque acha caro, tem opção do made in China, made in Tawain, made in Vietnã...

Fica a dica.

Bjs